Casa Cidades

Representantes da Central das Cooperativas de Trabalho e Reciclagem da Bahia – CCRBA participam da apresentação dos resultados do Carnaval 2019, no Ministério Público da Bahia

Aconteceu na manhã desta quinta-feira, 16 de maio, a apresentação dos relatórios resultantes das atividades no Carnaval 2019. A reunião foi na sede do Ministério Público da Bahia, no Centro Administrativo. A sessão foi presidida pela promotora Cristina Seixas do Ministério Público do Estado – MPE e Adriana Campelo, procuradora do Ministério Público do Trabalho - MPT contou ainda com a presença de João Resch Leal, subsecretário da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação – SECIS, representando a gestão municipal; Hildásio Pitanga, coordenador da Agenda Bahia do Trabalho Decente, representando a Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Renda; Alexandro Marques, representante jurídico da AMBEV; Joilson Santana do Centro de Arte e Meio Ambiente – CAMA e coordenador do Projeto Cuidar das Cidades: Nossa Casa Comum (apoiado pelo Fundo Socioambiental CASA); Michele Almeida, presidenta da Central das Cooperativas de Trabalho e Reciclagem da Bahia – CCRBA e outras representantes de associações e demais catadoras e catadores também acompanharam as apresentações.IMG-20190516-WA0027

Num contexto geral, a promotora Cristina Seixas afirmou que problemas na estrutura física como falta de espaço para armazenamento do material coletado foram ocorrências recorrentes. “Acompanhamos as visitas técnicas e recebemos pareceres diversos, a fiscalização foi intensa e esses são os resultados. Por isso a importância de momentos como esse em que apresentamos o que foi visto na intenção de melhorar para 2020. A partir de agora vamos definir uma agenda de trabalho traçando planos que vão além do período do carnaval”, enfatizou a promotora.
Alexandro Marques, advogado da AMBEV ressaltou que as atividades do carnaval desse ano, em Salvador, no que diz respeito a sustentabilidade, foi apresentado com um case de sucesso na empresa e elogiou a atuação do MP baiano na construção do diálogo entre as cooperativas e a iniciativa privada. “Salvador, hoje, é um case de sucesso sobre as boas práticas durante o carnaval e apresentamos os resultados desse trabalho para outros estados. E a base do sucesso, nesse caso, foi o diálogo construído com os trabalhadores”, contou entusiasmado o representante da AMBEV.20190516_103347

Michele Almeida, presidenta do CCRBA, se mostrou satisfeita com os resultados apresentados nessa primeira reunião pós carnaval. “Foi muita correria, algumas demandas que foram atendidas a poucos dias antes da festa, outras no meio do trabalho. Ficamos limitados em algumas situações, mas valeu à pena. Demos o nosso melhor e esse suporte do MP, MPT, DFE, Governo do Estado da Bahia e CAMA foi de grande ajuda. A partir de agora, com planejamento e ações graduais, estaremos melhor preparados não somente para o carnaval, mas qualquer outra festa, festival, que gere resíduo potencialmente reciclável, os catadores e catadoras estarão mostrando a importância de nossa atividade e sendo devidamente remunerados por esse trabalho”, avaliou a presidenta.IMG-20190516-WA0015