Casa Cidades

Consumo Sustentável, Economia Solidária e Fundos Comunitários são temas do IV Call Temático do Programa CASA Cidades

No dia 23 de abril, o Fundo CASA reuniu, em um call, projetos de todas as 10 regiões metropolitanas, com a mesma temática, para intercambiarem melhores práticas e desafios. Além dos gestores dos projetos apoiados e da equipe do CASA, o call também contou com a presença do Observatório de Projetos, liderado pela organização SER e da Diretora Executiva do Fundo Socioambiental CASA, Cristina Orphêu.

Durante o call, a reciclagem foi citada, diversas vezes, como ação transversal a todos as temáticas, assim como a importância de ter em perspectiva alternativas de sustentabilidade financeira, à exemplo dos fundos e moedas sociais, além da importância da mobilização social, sempre muito citada pelos particiantes como ação-chave para a execução dos projetos.

Ainda dentro do tema de mobilização social, Thereza do projeto Reciclando Vidas citou a grande dificuldade de manter a frequência das mulheres beneficiadas pelo projeto nas oficinas de reciclagem de papel, já que a maioria delas são lavradoras e possuem muitos afazeres domesticos, além de serem constantemente desencorajadas pelos maridos para atenderem a formação oferecida. O mesmo desafio é enfrentado pela Rede Pequi, representado no call por Patrícia que complementa "As mulheres trabalham muito em casa, elas se sentem culpadas em fazer outro trabalho, mesmo que seja remunerado".

Como estratégia de sustentabilidade financeira, muitas comunidades acabam criando os Fundos Comunitários, à exemplo do Grupo CECI que atua na Ilha do Mosqueiro, região metropolitana de Belém, e auxiliou um grupo de mulheres de lá a criarem um Fundo para conseguirem, principalmente, comprarem os insumos para as suas produções. Dessa forma, não é necessário um endividamento em instituições financeiras tradicionais e todos os acordos são feitos internamente. Os fundos também podem servir como semente para a futura criação de um Banco Comunitário, como enfatizado pela Thereza do Grupo CECI, que representa um grande amadurecimento na lógica financeira das comunidades, pois a grande maioria sofre com o escoamento de capital para os centros urbanos.

Ao longo da conversa, ficou claro que a reciclagem é um tema urgente e prioritário, principalmente, quando estamos falando de consumo consciente. Todos os projetos possuem ações voltadas para a educação ambiental, seja ela relacionada diretamente a preservação da natureza, seja ela voltada para a reciclagem e o reaproveitamento de materiais. É importante destacar também a importância dos jovens nos projetos, já que muitos deles possuem estes como público prioritário de suas iniciativas.

Um dos principais objetivos dos call temáticos é criar uma rede nacional, entre as regiões metropolitanas, de intercâmbio de experiências e saberes para o fortalecimento das organizações e, consequentemente, dos projetos. Esse é o primeiro passo para que essa rede torne-se ainda mais forte e atuante no Programa CASA Cidades e para além dele.

Author image
Sobre Laura Gurgel