Casa Cidades

CIRCULANDO A AGROBIODIVERSIDADE - Feira de produtos de agricultura familiar da Rede Bragantina de Economia Solidária na Praça da Bandeira

Domingo é dia de feira!
Neste primeiro domingo de outubro, na praça da Bandeira no bairro da Campina que fica no centro histórico da mangueirosa Belém, a Rede Bragantina de Economia Solidária Artes & Sabores, participou da 28ª edição do Projeto Circular, como convidada das atrações para o público visitante do evento.

Mingau de Cará
Não deu para quem quis. As doses de mingau de Cará, produto da agrobiodiversidade foi muito bem aceito pelas visitantes da barraca. Servido na cuia tradicionalmente utilizada para tomar tacacá na cidade, porém fazem parte das tradições dos povos originários da Amazônia, além das comunidades quilombolas, os seringueiros da ilha Marajó tomavam chá, após a coleta do látex.

thumbnail_IMG_20191006_100731111

Almoço do Círio de Nossa Senhora Nazaré
Alguns dos ingredientes dos tradicionais pratos regionais do almoço do Círio de Nossa Senhora Nazaré, foram comercializados entre eles feijões da colônia, farinha de Bragança, mel, diversos fitoterápicos, além dos licores produzidos com sabores de frutas regionais como jenipapo, bacuri e açaí.

Década da Agricultura Familiar da ONU, uma oportunidade formidável para avançar na erradicação da fome e da pobreza
A agricultura familiar é fundamental para o desenvolvimento sustentável em muitos aspectos, incluindo a erradicação da pobreza, a fome e todas as formas de má nutrição, além da preservação dos recursos naturais e da biodiversidade", afirmou Graziano da Silva, durante o processo de lançamento. A Rede Bragantina vem buscando contribuir para que as pessoas que vivem nas cidades para a segurança alimentar e nutricional e poderem goazrem de uma vida mais saudável.