Casa Cidades

Call temático sobre recursos hídricos e saneamento discute a falta de priorização do tema

Hoje os projetos ligados a temática de saneamento e recursos hídricos discutiram sobre o tema durante o IX Call Temático promovido pelo Observatório de Projetos do Programa CASA Cidades liderado pela SER. Dentre as conversas, destaca-se a falta de priorização do tema dentro das articulações políticas, mas também pela população, como disse Rodolfo, diretor-presidente voluntário Amigos de Embú:

Infelizmente só refletimos sobre a importância da água quando ela começa a ficar escassa.

Uma das estratégias utilizadas pelos Amigos de Embú, por exemplo, para conseguir falar de saneamento na periferia e na área rural foi através das escolas com jogos colaborativos que estimulavam eles a entender o processo do esgoto. Ainda assim, Rodolfo destaca que a aproximação com os pais não foi tão fácil:

Muitas vezes, o papel ia pra casa e não voltava assinado, a pessoa nem lia porque não participa da vida escolar do filho.

Ao mesmo tempo, eles descobriram que haviam outras pessoas fazendo saneamento com técnicas permaculturais, essas pessoas foram aparecendo e se juntando ao movimento tornando ele mais forte.

O articulador do Programa CASA Cidades na região metropolitana do Distrito Federal, Marcelo, fez questão também de destacar a atuação junto a sociedade civil e o poder público que é realizado pela FONASC - Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas - e que vai além do DF, abrangendo SP e agora também a região de Brumadinho.

O trabalho é de provocar os grupos que estão na bacia para se empoderarem do processo do que está acontecendo no campo da política. É quase um trabalho de advocacy, mas é a incidência é o eixo central.

Já Getúlio, que está facilitando dois projetos da região metropolitana de Belo Horizonte, trouxe que um dos objetivos deles agora é captar água da chuva, principalmente para beneficiar a escola onde eles fizeram uma horta e um pomar. Também em outro projeto estão conscientizando a comunidade para trabalhar com saneamento através de fossa séptica e filtro biológico

O call se seguiu com uma discussão acerca da importância de se discutir políticas públicas e o papel do Estado e da iniciativa privada dentro desse contexto. Douglas, articulador dos projetos apoiados pelo Fundo CASA no Rio de Janeiro, explicou sobre a iniciativa da Casa Fluminense de publicar o 3o boletim informativo da organização sobre o Saneamento e o seu contexto na região. O objetivo deles é fazer esse debate, reunindo os grupos do território e construir propostas conjuntas.

Ficou claro durante o call que os grupos apoiados e os articuladores locais focados no tema do saneamento e dos recursos hídricos visam a disseminação e o compartilhamento de experiências entre os projetos e organizações, à exemplo da cartilha elaborada pelos Amigos do Embú que está disponível no www.seaembu.org assim como o boletim da Casa Fluminense que, em breve, poderá ser acessado no https://casafluminense.org.br.

Um dos principais objetivos dos call temáticos é criar uma rede nacional, entre as regiões metropolitanas, de intercâmbio de experiências e saberes para o fortalecimento das organizações e, consequentemente, dos projetos. Essas conexões são de extrema importância para que essa rede torne-se ainda mais forte e atuante no Programa CASA Cidades e para além dele.

Author image
Sobre Laura Gurgel